Você sabe qual é a diferença entre hiking e trekking?

07/03/2018 Hiking e Trekking123

Para os aventureiros de primeira viagem alguns termos podem se transformar em um verdadeiro pesadelo. O que mais confunde, para quem quer começar a fazer trilhas e caminhadas, é a diferença entre hiking e trekking. Em teoria, os dois termos são usados para quem pratica caminhada. Contudo, existem algumas diferenças técnicas que somente quem conhece mais a fundo consegue diferenciar.

Leia também: dicas para trekking: tudo o que você precisa saber para começar.

Qual a diferença entre hiking e trekking?

Como dissemos logo acima, existe sim uma diferença entre hiking e trekking, mesmo que em termos gerais os dois sejam usados para quem pratica caminhada. A principal diferença está na duração deste evento.

O termo hiking é utilizado para pessoas que vão praticar caminhada de curta duração, sem a necessidade de fazer trilhas verticais, como montanhas, por exemplo. O hiking, geralmente, tem a duração de um dia. Portanto, a pessoa que pratica hiking faz um bate volta.

Já quem pratica trekking, costuma fazer uma caminhada de longa duração e, geralmente, em áreas montanhosas. Por ter uma duração mais longa, o trekking implica em mais equipamentos e o fato de dormir durante o percursos, podendo durar dias de caminhada.

Além da diferenciação teórica, existem algumas diferenças na prática. Como, por exemplo, o impacto ambiental causado. Para você entender melhor, veja algumas diferenças que selecionamos:

Local

Apesar do hiking e trekking serem relacionados com caminhadas e trilhas, quem pratica hiking, geralmente, utiliza de trilha auto guiadas e morros. Já quem pratica trekking, o local escolhido são matas fechadas, áreas montanhosas e com grande vegetação, aumentando o nível de dificuldade para quem opta por esse estilo de caminhada.

Equipamentos

Os equipamentos para estes dois tipos de caminhada são completamente diferentes, visto o nível de dificuldade e tempo que o trilheiro passará na prática. Portanto, é necessário conhecer o local em que será feito a trilha e o tempo que estará no momento.

Leia também: Conheça os equipamentos de trilha essenciais para a sua prática

Benefícios para quem pratica este tipo de caminhada

Por se tratar de um tipo de exercício físico, tanto o trekking quanto o hiking trazem benefícios para a saúde de quem pratica. Esses exercícios aeróbicos fazem com que o condicionamento físico dos praticantes melhorem consideravelmente.

Para os praticantes de hiking, os benefícios são, também, emocionais. Isso porque geralmente se pratica esse tipo de trilha em grupos, podendo ser em família ou mesmo amigos. Essas caminhadas proporcionam um ótimo momento para criação de vínculo e contato com a natureza. Já para os praticantes de trekking, os benefícios são mais voltados a experiência em si, fazendo com que o trilheiro conheça novos locais.

Impacto ambiental

Para quem pratica o hiking o impacto ambiental é um pouco menor que para quem pratica trekking. Isso porque o tempo em que as pessoas fazem trilha é menor, fazendo com que o lixo inorgânico gerado também seja menor. O trekking, por sua vez, causa um impacto ambiental maior, devido ao tempo em que os trilheiros passam dentro da natureza. O maior inimigo ambiental de quem pratica trekking são os produtos não biodegradáveis. Como, por exemplo, o shampoo, sabonete e detergente.

 

Te ajudamos a entender a diferença entre essas duas modalidades? Nos conte nos comentários se o seu perfil é mais para prática de hiking ou de trekking!

blogvento

blogvento